Por que fazer um intercâmbio

Por que fazer um intercâmbio

Está mais do que provada a importância de saber bem outro idioma, diferente da língua mãe. Aumento de oportunidades de emprego, ascensão em posições dentro da empresa, desenvolvimento pessoal, maior conhecimento, entre outras razões.

Como o contato com a língua é o fator diferencial quando se estuda um idioma, o intercâmbio surge como um dos melhores investimentos.

Para algumas profissões o conhecimento de línguas estrangeiras passa a ser requisito para a conquista de mais espaço, figura entre algumas o turismo, jornalismo ou relações internacionais. A dedicação pessoal e interesse são essenciais para provocar no estudante a iniciativa e continuidade dos estudos, mas o quanto você pode investir também faz diferença.

O que é um intercâmbio?

É um período que o estudante passa no país onde a língua estudada é a oficial. Há variações de blocos de aulas a partir de 4 semanas até 1 ano. O ganho pessoal passa da esfera da sala de aula, já que o indivíduo entra em contato direto com a cultura local, conhece pessoas de vários lugares do mundo e exerce a autonomia aprendendo a lidar com dificuldades e novas experiências.

Há algumas décadas atrás um curso fora do país era somente possível para famílias abastardas, hoje o cenário é diferente. Apesar de não ser um curso barato, as empresas que oferecem esses cursos dispões de pagamentos parcelados meses antes do embarque, o que facilita o planejamento com larga antecedência.

Ainda há possibilidade de unir esse período com trabalho de férias e repor parte do investimento, como a modalidade intercâmbio com trabalho remunerado, tudo legalizado e dentro das normas do país em questão, é claro. O que inclui seguro viagem, estadia, licença para o trabalho etc. Para maiores de 18 anos, são empregos temporários geralmente em restaurantes, hotéis, lojas ou ski resorts.

No caso do inglês, além das tradicionais escolhas entre Inglaterra ou Estados Unidos e Canadá. Outros países como Nova Zelândia e Austrália oferecem boas chances de unir também cursos de qualidade e viagens a locais inesquecíveis.

Faça um update no seu idioma

Um curso de línguas fora do país ganha mais resultado quando há uma preparação anterior e a partir disso ele vem como uma forma de melhorar e trazer um conhecimento aprofundado. Por isso algumas escolas de línguas estrangeiras só aceitam alunos com algum nível de conhecimento. É relevante a dedicação antes de partir para essa experiência, assim a prática diária com a língua será mais aproveitada in loco.

Os cursos de idiomas tradicionais, o uso de bons materiais e a persistência em cada campo do aprendizado é papel principal nesse caminho, o listening, a gramática, a conversação são primordiais para todo aluno. Por isso não há tempo a perder. A competição do mercado está presente em cada área profissional e a fluência em línguas estrangeiras é certamente um significativo ponto positivo.